sábado, 16 de janeiro de 2016

PAIGC em reunião extraordinária do Comité Central

O PAIGC realiza neste sábado uma reunião extraordinária do Comité Central para analisar a situação político-partidária, à luz dos últimos desenvolvimentos na ANP e da deliberação do CNJ que ditou a expulsão dos 15 militantes dissidentes. 
Segundo o líder do PAIGC, Será mais um momento importante na vida do partido mas que desta pode determinar o seu futuro e talvez mesmo o do país.
DSP garante que a direção do partido mantém comprometimento no respeito escrupuloso dos Estatutos, disponibilidade para o diálogo com todos, dentro e fora do partido, mas determinação em vingar a disciplina interna.
Simões Pereira disse ainda que o país precisa sair definitivamente deste marasmo e se alinhar com os propósitos do desenvolvimento a bem de todos os guineenses e sobretudo das camadas mais desfavorecidas.
DSP termina a sua declaração fazendo votos “Que Deus nos abençoe a todos e à Guiné-Bissau.” Conclui DSP
De sublinhar que cada minuto que passa soube a tensão política em Bissau. o ambiente promete um desfecho violento e sangrento entre políticos, militares e até alguns cidadãos comuns. É visível casa vez mais guineenses divididos fortemente pela crise política, devido a divergências de opiniões.
A desordem, difamação e corrupção falam bem alto no meio dos políticos do país.
Rispito.com/Lai Baldé-Correspondente, 16/01/2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público