sábado, 12 de março de 2016

Guiné-Bissau com crise de açúcar no mercado

Image result for acucarNão dá para acreditar, mas neste momento na Guiné-Bissau, não há açúcar no mercado nacional. O facto fez com que 01 kg de açúcar que custava 600 francos cfa (um euro) agora está a ser vendido 1.000 francos (cerca de 1,5 euros), devido a rotura deste produto tido como da primeira necessidade da população guineense.
Em causa, segundo Aliu Seide, Senegal aumentou as taxas aduaneiras nos valores exagerados na sua fronteira com Gambia, devido o mal-estar entre os dois países. Uma situação que impede os camiões carregados de açúcar saírem da Gambia.
Em entrevista esta tarde de sábado, via telefone, Aliu Seide Presidente dos Comerciantes Retalhistas dos Mercados da Guiné-Bissau, afirmou que os comerciantes preferem ir à Gambia comprar produtos para revender na Guiné-Bissau, porque esse país vizinho dispõe do porto mais barato da zona. Mas com esta situação do aumento das taxas pelo Senegal não podem prever as consequências. 
O presidente pontando duas saídas a penúria, o Governo resolver o problema por forma a permitir os navios a atracarem no Porto de Bissau com os produtos ou, negociar com as autoridades do Senegal para baixar as taxas.
Seide confirma que alguns comerciantes estão a praticar especulação de preço muito exorbitante obtendo lucros do dinheiro que qualifica de fogo e pecado.
Rispito.com/Lai Balde/correspondente, 12-03-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público