segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Impasse político na Guiné-Bissau debatido pela União Africana

Image result for ovidio pequenoO impasse político na Guiné-Bissau é tema de uma reunião do Conselho de Paz e Segurança da União Africana (UA), hoje, na sede da organização em Adis Abeba, Etiópia, disse o representante organização UA em Bissau, Ovídio Pequeno.
O P5, espaço de concertação entre representantes em Bissau da UA, Comunidade Económica de Estados da Africa Ocidental (CEDEAO), Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), União Europeia (UE) e Nações Unidas (ONU), pretende coordenar posições sobre a crise guineense.
"Estamos num momento particularmente delicado e é preciso que os parceiros internacionais, particularmente a nível do P5, ajam em consonância, tenham uma posição comum", defendeu o diplomata de origem são-tomense.
Segundo Ovídio Pequeno, os cinco representantes da comunidade internacional querem ver implementados os acordos internacionais assumidos pela classe política guineense para pôr fim à crise e ao impasse no país.
De concreto, o P5 quer ver aplicado o Acordo de Conacri, instrumento político patrocinado pela CEDEAO ao abrigo do qual teria que ser criado um governo que incluísse todas as forças políticas representadas no Parlamento.
O atual governo, entretanto instituído pelo Presidente guineense, José Mário Vaz, não é reconhecido por quatro das cinco formações políticas com assento no Parlamento e que reclamam a sua demissão.
As quatro formações políticas que contestam o governo liderado por Umaro Sissoco Embaló acusam o Presidente José Mário Vaz de desrespeito pelo Acordo de Conacri e pela recomendação da última cimeira de líderes da CEDEAO que o instaram a cumprir e fazer cumprir aquele entendimento.
Ovídio Pequeno não esconde a preocupação da comunidade internacional com o que diz ser "o extremar da linguagem" dos atores políticos, ainda que o P5 esteja sempre "a falar a mesma linguagem" para fazer com que os princípios sejam respeitados, disse.
Rispito.com/Lusa, 13-02-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público