sexta-feira, 28 de abril de 2017

Força da África Ocidental adia saída de Bissau

Image result for ecomib guinea bissauA força de interposição da paz da organização da África Ocidental na Guiné-Bissau (Ecomib) já não começa a sair nesta sexta-feira do país, por falta de orientações nesse sentido, disse à Lusa fonte do comando do contingente em Bissau.

O Estado-Maior da Ecomib "ainda não recebeu nenhuma indicação do Alto-Comando do contingente" que se encontra em Abuja, Nigéria, disse a mesma fonte, precisando que ainda se aguarda por uma resposta ao pedido formulado sobre a retirada.
A fonte sublinhou que mesmo que houvesse uma resposta, a retirada não se poderia efectivar de forma rápida, ou seja, num período inferior a duas semanas.
"Pelo menos precisaremos de duas semanas, após a recepção da ordem de retirada", afirmou a fonte, precisando que o contingente vai ter que sair da Guiné-Bissau "nos próximos tempos".

Uma missão ministerial da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) esteve em Bissau entre domingo e terça-feira, tendo reiterado junto das autoridades guineenses a intenção de a força da Ecomib iniciar o processo de retirada a partir de hoje (27 de Abril).
O processo vai estar concluído até ao dia 30 de Junho.

A força de 800 homens foi destacada para Guiné-Bissau na sequência do golpe militar de Abril de 2012, tendo, inicialmente, sido constituída por soldados do Burkina-Faso, Nigéria, Senegal e Togo.
Actualmente, estão na Guiné-Bissau cerca de 500 soldados.
A Ecomib tem como missão garantir segurança aos titulares de órgãos de soberania e às instituições guineenses.
Rispito.cim/lusa, 28-04-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público