terça-feira, 20 de junho de 2017

Manecas em liberdade com termo de identidade e residência

O veterano da luta armada da Guiné-Bissau 'Manecas' dos Santos agradeceu esta terça-feira, em Bissau, a solidariedade demonstrada enquanto esteve detido e afirmou que vai continuar o seu trabalho no Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), noticiou a Lusa.
'Manecas' dos Santos foi detido segunda-feira em Bissau pela Polícia Judiciária (PJ) na clínica onde se encontrava internado.
Hoje (terça-feira), foi ouvido pelo Ministério Público, tendo acabado por sair em liberdade com termo de identidade e residência.
"Agradeço toda a solidariedade que foi demonstrada em relação a mim. Tenho a minha tarefa aqui no partido e vou continuar a realizá-la como se nada tivesse acontecido", afirmou aos jornalistas, na sede do PAIGC, em Bissau, onde foi recebido por dezenas de apoiantes.
Foto de António Oscar Barbosa.Foto de António Oscar Barbosa.Segundo o advogado do comandante, Carlos Pinto Correia, "Manecas" dos Santos foi ouvido no âmbito de um novo processo por suspeita de simulação de crime com base na entrevista que deu ao Jornal de Notícias.
O veterano da luta armada pela independência da Guiné-Bissau tinha sido ouvido, há cerca de um mês, pelo Ministério Público, na capital guineense, para esclarecer as suas declarações sobre a iminência de um golpe de Estado no país.
Na ocasião, acompanhado do advogado e de alguns militantes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), "Manecas" dos Santos disse ter reafirmado perante os magistrados o que é "apenas uma opinião".
Rispito.com/Lusa, 20-06-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público