quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

PAIGC PERSISTENTE NA REALIZAÇÃO DO IX-CONGRESSO

Está a ser com persistência e contra marés e ventos, mas o PAIGC insiste em realizar o IX-Congresso em Bissau.
Depois de tomada de assalto pela força de segurança a sede partidária, os libertadores sem resistência abandonaram a sede e muitos dos delegados amontoaram na sede das Nações Unidas enquanto DSP se reunia com missão de CEDEAO que se encontra no país. 
Na saída da reunião com a delegação, Domingos Simões Pereira, disse que recebeu garantia por parte da CEDEAO, de que vai colocar segurança na sede do partido para que o congresso possa ser realizado normalmente.

Domingos Simões Pereira disse ainda que partilhou com a missão as informações que dão conta que o acordo de Conacri, não está a ser comprido, e que a organização vai mesmo avançar com aplicação das sanções junto de todas as entidades, pessoas e instituições reconhecidas como responsáveis por não comprimento do acordo.
Determinados e solidários são os convidados que decidiram não sair de Bissau sem assistir a realização do congresso do PAIGC.
Depois de uma longa pausa, DSP reapareceu anunciando que o congresso ia ser aberto, na sede do PAIGC se esse ainda continha mesmas condições para receber congressistas e convidados, caso contrario seria noutro local que reúne condições.

Seguidamente, Domingos Simões Pereira anunciou oficialmente a abertura do IX Congresso em cima de uma carrinha e de megafone na mão.

Verificadas certas disconfianças na sede partidária, a opção foi noutro local, LADGER HOTEL nesse caso, que DSP proferiu o seu discurso na presença dos delegados e de todas as delegações estrangeiras  como testemunhas vivas de tudo o que até aí está a passar.
Mas... caiu o pano quando o gerente do hotel recebeu ordens para retirar a todos os congressistas do salão e finalmente  acabaram de cortar a luz no pavilhão do Ledger...
Seja como for, a novela ainda não acabou.
Rispito.com, 01-02-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público