quinta-feira, 8 de março de 2018

Polícias e militares da Guiné-Bissau recebem formação sobre direitos das mulheres

Mais de 140 militares e polícias guineenses receberam desde fevereiro formação sobre direitos das mulheres e igualdade do género, divulgou nesta terça feira, em comunicado, o Gabinete Integrado da ONU para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau.
Polícias e militares da Guiné-Bissau recebem formação sobre direitos das mulheres

A formação teve início a 20 de fevereiro e percorreu todas as regiões do país, terminando na quinta-feira em Bissau com um último grupo de 35 elementos das Forças Armadas, Guarda Nacional e Polícia de Ordem Pública.

Segundo o comunicado, a formação tem como objetivo promover a "abordagem integrada do género no processo de reforma do setor de defesa e segurança".

"A formação chegou na hora certa", disse Amadu Camará, responsável do Ministério da Defesa Nacional para os assuntos direitos humanos e do género, citado no comunicado, sublinhando que vai permitir às mulheres das forças de defesa e segurança conhecer e defender os seus direitos.

No final de 2017, as forças de defesa da Guiné-Bissau recrutaram mais 820 elementos para as suas fileiras, dos quais 178 são do sexo feminino.
Rispito.com/Angop, 08-03-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público