terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

António Guterres preocupado com a situação “frágil” da Guiné-Bissau

Image result for antonio guterresAtento ao que se passa, o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres,  preocupação com a situação “frágil” da Guiné-Bissau, salientando que a desconfiança entre actores políticos e as “manobras políticas” continuam a dificultar o processo eleitoral, cuja campanha começou há uma semana.
“Apesar dos progressos iniciais realizados entre Abril e Junho de 2018, incluindo a nomeação de um Primeiro-Ministro de consenso e a formação de um Governo amplamente representativo, a situação na Guiné-Bissau continua frágil”, refere António Guterres num relatório que vai ser analisado pelo Conselho de Segurança no final deste mês.
No relatório, divulgado na página oficial na Internet das Nações Unidas, António Guterres salienta que a “persistente falta de confiança entre os actores políticos na Guiné-Bissau e as manobras políticas continuam a dificultar o bom funcionamento do processo eleitoral.”
António Guterres sublinha que as Nações Unidas continuam disponíveis para ajudar a Guiné-Bissau, mas diz que é preciso as “partes interessadas demonstrarem boa-fé e vontade política para continuar a trabalhar para o progresso do país em direcção à estabilidade política 
e institucional.”
“Aqueles que obstruírem o processo eleitoral devem ser responsabilizados pelas suas acções”, sublinhou, alinhando com a ameaça da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que voltou a admitir a imposição de sanções a quem criasse obstáculos à realização de eleições.
No relatório, António Gu-terres faz uma recomendação ao Conselho de Seguran-
ça para a extensão do mandato do Gabinete Integrado para a Consolidação da Paz e Segurança pelo período de mais um ano, até Fevereiro de 2020. 
Por sua vez, a CPLP fez já saber que enviará uma missão de observadores para as eleições de Março, respondendo positivamente a um convite endereçado pelo Governo de Bissau, sem adiantar contudo a data da chegada ao país.
Rispito.com/Jonal de Angola, 26-02-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público