sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

CNE pede cumprimento de ética eleitoral e dos valores democráticos

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Juliano Augusto Fernandes, pessoas a sorrir, pessoas sentadasA Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau apelou aos candidatos à segunda volta das presidenciais, que iniciam sexta-feira a campanha eleitoral, para cumprirem o código de conduta e ética eleitoral e respeitarem os valores democráticos.

Num comunicado divulgado à imprensa, o presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), José Pedro Sambú, pede às candidaturas e aos cidadãos para cumprirem o "código de conduta e ética eleitoral de forma a proporcionar um ambiente favorável, para que as eleições decorram num clima de paz, de reforço da cultura da tolerância política recíproca".

José Pedro Sambú pediu também para o respeito dos valores e princípios do Estado de Direito para que se crie um "ambiente conducente a eleições livres, justas, transparentes, pacíficas e democráticas".

No comunicado, o presidente da CNE exorta as candidaturas a absterem-se de utilizar "propaganda indecorosa e linguagem ou prática de ações que possam conduzir ou incitar o ódio, intimidação, violência e outros males que possam assolar a consciência social e moral dos cidadãos".

Às forças de segurança e à comunicação social, o presidente da CNE pede para serem isentos, profissionais e tratarem as candidaturas de forma igual.

"A CNE reafirma, uma vez mais, o seu total empenho e dedicação nos termos do seu mandato de fazer eleições livres, justas e transparentes", concluiu no comunicado.

A segunda volta das eleições presidenciais da Guiné-Bissau, marcada para dia 29, vai ser disputada entre Domingos Simões Pereira, apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), e por Umaro Sissocó Embaló, apoiado pelo Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15).
A campanha eleitoral tem início sexta-feira e termina no dia 27.
Rispito.com/Lusa, 13-12-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público