segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

PND apoia Simões Pereira, Jomav está com Embaló

Image result for iaia djalo pnd guine bissauNa Guiné-Bissau, candidatos presidenciais continuam a negociar apoios para a segunda volta. Este sábado, Iaia Dajló anunciou apoio do PND ao candidato do PAIGC. Presidente cessante posiciona-se ao lado de Sissoco Embaló.
No passado sábado (07.12), Iaia Djaló, candidato derrotado na primeira volta das presidenciais guineenses e líder do Partido da Nova Democracia (PND), anunciou que o seu partido vai apoiar Domingos Simões Pereira, candidato do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), na segunda volta das eleições presidenciais da Guiné-Bissau, a 29 de dezembro.
A decisão foi anunciada pelo próprio líder do partido, após uma reunião da comissão política do PND, na sede principal do partido. Segundo Djaló, o PND mantém assim a sua "coerência política".

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadasO apoio do Presidente cessante e quarto candidato mais votado na primeira volta das presidenciais, José Mário Vaz, irá para o candidato do Movimento para a Alternância Democrática (MADEM-G15), Umaro Sissoco Embaló, anunciou a direção da campanha de Sissoco.

O acordo político teria sido assinado na tarde deste sábado, na sede da campanha do Presidente da República, que falhou a sua reeleição, informa também a plataforma jovem do MADEM-G15 nas redes sociais.

Image result for baciro dja guine bissauNa sexta-feira (06.12), Sissoco Embaló manteve encontro com o líder da Frente Patriótica de Salvação Nacional (FREPASNA) e candidato derrotado na primeira volta das presidenciais, Baciro Djá, em busca de seu apoio para a segunda-volta.

Após a reunião, representantes do MADEM-G15 mostraram-se expectantes, mas ainda não foi divulgado nenhum acordo de suporte político por parte de Baciro Djá que declarou encontrar-se "numa situação muito difícil e complexa para decidir a quem apoiar na segunda volta".

Image result for jose paulo semedo guine bissauTambém na sexta-feira (06.12), em conferência de imprensa, o presidente do Movimento Patriótico, José Paulo Semedo, disse que o seu partido não vai apoiar nenhum dos candidatos finalistas da segunda volta das eleições presidenciais.

Na terça-feira (03.12), o líder do APU-PDGB e terceiro mais votado na primeira volta das presidenciais do país, Nuno Nabiam, assinou um acordo político formalizando o seu apoio a Umaro Sissoco Embaló.

Também o ex-presidente do PAIGCCarlos Gomes Júnior, já tinha anunciado o seu apoio a Umaro Sissoco Embaló, no passado domingo (01.12).

A segunda volta das presidenciais da Guiné-Bissau, marcada para 29 de dezembro, será disputada por Domingos Simões Pereira (PAIGC) e Umaro Sissoco Embaló (MADEM-G15).
Rispito.com/DW, 09/12/2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público