segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

União Africana felicita Umaro Sissoco e o povo guineense pelas eleições

Umaro Sissoco EmbalóPresidente da Comissão da União Africana felicitou no domingo (26.01) Umaro Sissoco pela vitória nas presidenciais na Guiné-Bissau e o povo guineense pela "mobilização exemplar" nas eleições.

Em comunicado, o presidente da Comissão da União Africana (UA), Moussa Faki Mahamat, congratulou-se com o sucesso das eleições presidenciais realizadas em 24 de Novembro e 29 de Dezembro de 2019 na Guiné-Bissau, felicitando os candidatos e "particularmente o povo da Guiné-Bissau que, pela sua mobilização exemplar e pacífica, demonstrou o seu empenho na democracia, na paz e na estabilidade do seu país".

Também reafirmou a solidariedade e o apoio da organização ao "povo irmão" da República da Guiné-Bissau, desejando-lhe o maior sucesso na realização das suas profundas aspirações. 

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) divulgou em 1 de Janeiro os resultados provisórios das eleições presidenciais, sem, segundo o Supremo Tribunal de Justiça, ter terminado o apuramento nacional.

Supremo pede novo apuramento

Entretanto, na sequência de um recurso de contencioso eleitoral, apresentado pelo candidato Domingos Simões Pereira, apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder), o Supremo Tribunal de Justiça já tinha emitido um acórdão a pedir o cumprimento do artigo 95.º da Lei Eleitoral, tendo mais tarde, numa aclaração, insistindo na necessidade de realizar o apuramento nacional.

A CNE, por seu lado, diz que concluiu o processo com a divulgação dos resultados definitivos, que dão a vitória a Umaro Sissoco Embaló com 53,55% dos votos, atribuindo a Domingos Simões Pereira 46,45%.
Rispito.com/DW, 27-01-2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público