terça-feira, 9 de setembro de 2014

Mais 35 profissionais de saúde receberam formação na Guiné-Bissau

Um total de 35 profissionais de saúde da Guiné-Bissau receberam formação e estão aptos para formar outros sobre o vírus Ébola, como prevenir e controlar o contágio, anunciou hoje em comunicado a missão das Nações Unidas no país, que promoveu a iniciativa.
"A formação certificou os formadores que irão ensinar os outros a terem noção da doença, de como a prevenir e controlar", referiu a médica Gladys George, chefe dos Serviços Clínicos da ONU na Guiné-Bissau - país onde ainda não foi registado nenhum caso de Ébola.
A formação decorreu no último fim-de-semana e envolveu 35 técnicos de saúde de missões da ONU e escritórios de seis países da África Ocidental, bem como o pessoal médico do Ministério da Saúde da Guiné-Bissau e da Missão Militar da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) em Bissau (ECOMIB).
Lusa, 09 de SAetembro de 2014

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público