segunda-feira, 4 de abril de 2016

Segundo aniversário da morte de Koumba Ialá

Os militantes e simpatizantes do PRS e Assembleia do Povo Unido Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB) celebraram 2ª feira, o segundo aniversário da morte súbita do Koumba Ialá, líder fundador e carismático do PRS, que desapareceu fisicamente em plena campanha eleitoral, a 04 de Abril de 2014.

Para marcar a efeméride os renovadores e apuanos depositaram coroas de flores na campa do malogrado, sita no mausoléu de Amura junto as instalações do Estado Maior General das Forças Armadas em Bissau.

Segundo os seus mentores, “a única forma de honrar a memória de Koumba Ialá, é enveredar-se na reconciliação e coesão entre os guineenses. Recordando que, Koumba Ialá foi o primeiro político a denunciar a atrocidades do PAIGC e edificar um Governo da Unidade Nacional de Base Alargada que congregou na altura a maioria parte da classe política do país.”
Rispito.com/Lai Balde-Correspondente, 04-04-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público