quinta-feira, 28 de abril de 2016

Sepultado Chefe de Estado Maior da Armada guineense

Os restos mortais do Contra Almirante, Sanhá Clussé Chefe de Estado da Armada guineense foi sepultado no cemitério Municipal de Bissau, perante Familiares, companheiros da profissão, amigos e conhecidos do militar. 

Sanhá Clusse faleceu no domingo, 24 de abril, em Bissau, vítima de doença prolongada. Foi nomeado Chefe de Estado-maior da marinha guineense em 2012, durante a era do General António Indjai, e logo após a detenção de José Américo Bubu Na Tchutu pelas autoridades norte americanas.

Os graves problemas de saúde de Clussé nos últimos anos, impediram que assumisse efetivamente as suas funções, tendo o seu vice, Carlos Mandunga, garantido a chefia da Armada durante dois anos. Sanhá Clussé era casado pelos usos e costumes, deixa uma viúva e seis filhos. 
Gloria Interna a sua alma!
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 28-4-16

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público