terça-feira, 7 de junho de 2016

Comunicado
O PAIGC vem denunciar publicamente o facto das forças policiais, contrariamente aos entendimentos e promessas feitas de que não haveria lugar ao uso da força para retirar os camaradas em protesto no Palácio do Governo, estarem a preparar para efectuar um assalto a estas instalações, munidos de bastões e de granadas de gás lacrimogéneo.

O PAIGC responsabiliza o senhor Presidente da República, como única autoridade legal na presente conjuntura política e reconhecida à luz da Constituição Guineense, por quaisquer danos físicos infringidos aos dirigentes, militantes e simpatizantes do PAIGC e da democracia.

O PAIGC chama a atenção dos guineenses e da comunidade internacional para o facto dos sinais de força, violência e intimidação que estão sendo levadas a cabo pelas forças policiais a mando de autoridades ilegais e inconstitucionalmente investidos em funções de governação.

O PAIGC exorta por fim a todos os seus militantes e simpatizantes, a sociedade civil e a comunidade internacional a manterem-se atentas a todas as iniciativas incendiárias que visam destruir a ordem política, comprometer a paz e o espírito de diálogo que se pretende como bases para a salvaguarda do estado de direito democrático.

Bissau, 7 de Junho de 2016

O Secretariado Nacional do PAIGC

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público