segunda-feira, 8 de agosto de 2016

CIDADÃ CABOVERNIANA EM GREVE DE FOME NO AEROPORTO DE BISSAU

Celina Vaz Mendes, cidadã cabo-verdiana natural de São Tome e Príncipe, residente em Santa Catarina, que chegou à Bissau na noite de sexta-feira no voo da TACV, encontra-se em frente do portão principal do Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira em Bissau, em greve de fome e por agora, remeteu-se num silêncio total sem comunicar com ninguém.
De acordo com a fonte da Agência Consular de Cabo-Verde em Bissau, a instituição já acionou mecanismo legais para o seu retorno ao país de origem, mas foi impedido de embarcar no avião pelo piloto do abordo alegando que ela não dispõe de uma declaração médica que confirma a sua sanidade mental. 
Mas, a mulher em causa deixou a capital cabo-verdiana Praia, passando por todo o corpo de segurança local com documentação devidamente identificada, sem que ela tenha sido exigida a se apresentar o tal documento, só na volta é ela foi confrontada com a situação. 
Facto que deixa o corpo de segurança da Guarda Nacional (GN) colocado no Aeroporto de Bissau, com muitas dúvidas sobre as “circunstâncias misteriosas” da viagem da Celina à capital guineense.  
Graças a intervenção meticulosa da imprensa e GN, o Consulado de Cabo-Verde em Bissau está a diligenciar-se no sentido do seu regresso para Cabo-verde.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 08/08/16

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público