domingo, 28 de agosto de 2016

José Mário Vaz no Sudão para receber conselhos do "irmão mais velho" Al-Bashir

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, deslocou-se na última madrugada ao Sudão para receber conselhos do seu "irmão mais velho", Omar Al-Bashir, o líder daquele país.

Em curtas declarações aos jornalistas no aeroporto internacional de Bissau, José Mário Vaz disse tratar-se de uma visita de trabalho de "um irmão mais novo ao mais velho", com quem, precisou, irá trocar impressões sobre a situação no continente africano e nos respetivos países.

"Recolher experiência e também receber alguns conselhos de um irmão mais velho", são os objetivos principais da visita ao Sudão, país que o chefe de Estado guineense classificou de "amigo e irmão" da Guiné-Bissau.

O Presidente do Sudão, que está no poder desde 1989, é perseguido pelo Tribunal Penal Internacional, com um mandado de captura emitido após acusações de genocídio e crimes de guerra.

José Mário Vaz deve regressar ao país na segunda-feira. Nenhum membro do Governo integrou a comitiva presidencial.

A visita ao Sudão ocorre três dias de deslocação do líder guineense ao Congo Brazzaville, onde também esteve com os mesmos propósitos.

A Guiné-Bissau passa por um período de impasse político com os principais partidos a não se entenderem no Parlamento onde há mais de um mês o programa do Governo aguarda pela sua aprovação.

Decorrem negociações entre as forças partidárias no sentido de ser criado Governo de consenso que pudesse viabilizar a governação do país.
Rispito.com/Lusa, 28/08/2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público