segunda-feira, 29 de agosto de 2016

300 MILHÕES DE FRANCOS CFA PARA PROGRAMA DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA DA UEMOA NA GUINÉ-BISSAU 

O Governo guineense procedeu oficialmente nesta segunda-feira em Bissau, ao lançamento da primeira fase do “Programa da Assistência Técnica da UEMOA à Guiné-Bissau (PAT-UEMOA-GB) ” num montante global de trezentos milhões de francos cfa, para o reforço da capacidade dos recursos humanos na pilotagem da economia e gestão das finanças públicas.
Presidiu a cerimónia em representação do Governo, o Secretario de Estrado do Plano e da Integração Regional que referiu no ato que o programa caracteriza-se pela partida para a reforma da maioria dos quadros pós-independência e entrada de novos que precisam de acumular experiência num contexto de exigências acrescidas em relação à apropriação de novas tecnologias de informação e comunicação para visão 2025.
Doménico Oliveira Sanca garante que o programa irá funcionar com base na complementaridade e coordenação de esforços da convenção assinada em julho, em Ouagadougou, a quando da visita do PM, Baciro Djá.
José Biai Coordenador Nacional do referido projecto manifestou-se engajamento da sua instituição por forma a concretização do programa traçado entre as partes.
Para Hassane Mohamed da UENOA é preciso organizar seminários para a formação dos quadros nas novas regras de gestão e apetrechar a administração pública com materiais informáticos com vista a garantir o melhoramento das condições de trabalho.
Hassane disse que é preciso também efectuar estágios para que a administração pública seja mais dinâmica e capaz de fazer face aos desafios do desenvolvimento.  
O referido programa visa investir no desenvolvimento do capital humano para o desenvolvimento durável da Guiné-Bissau.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 29/08/2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público