sexta-feira, 2 de setembro de 2016

GOVERNO ESPERA EXPORTAÇÃO DO CAJU MAIS DE 90 BILIÕES DE FRANCOS FCA   

O Ministro do Comercio e Artesanato admite nesta sexta-feira em Bissau que a exportação de castanhas de caju do ano 2016, pode rondar mais de cento e noventa toneladas com uma receita mais de noventa biliões de francas CFA, devido o aumento do volume de exportação em relação ao ano transacto. 
António Serifo Embaló que falava á imprensa disse chegaram há esse nível devido a dinâmica da sua equipa superando o gráfico dos anos anteriores. 
O governante enfatizou um conjunto de trabalho levado a cabo pelas entidades ligadas ao sector, desde os produtores até no ato da exportação do produto. Perspectivando que o volume declarado pelos operadores económicos vai ultrapassar a previsão do governo em relação a presente campanha. 
Habitualmente as operações da exportação terminam em princípios do mês de setembro, mas devido as sucessivas solicitações de licenças para exportação deste produto, o ministro descartou possibilidade de prolongar a exportação até ao final deste mês.
Em relação as exigências dos trabalhadores quanto aos seus incentivos que ocorriam no início do processo, Embalo reconheceu que houve certas reclamações, mas foram resolvidas a tempo. Facto que permitiu o sucesso que hoje foi alcançado.
O ministro encorajou aos camponeses a diversificação da cultura do amendoim e jagelin também conhecido por “benê” por forma a garantir equilíbrio económico no seio dos agricultores e nas exportações
Rispito.com/Lai Balde-Correspondente, 02-09-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público