segunda-feira, 22 de maio de 2017

Crise na Guiné-Bissau pode infectar o resto da região

Image result for Nana Akufo AddoO Presidente do Gana considerou preocupante a situação na Guiné-Bissau que tem potencial para infectar o resto da região.

Nana Akufo Addo, em dois dias de visita (19-21 de Maio) a Cabo Verde defendeu a “a necessidade urgente de se encontrar uma solução ao nível da CEDEAO para resolver a crise política no país.
”Já é tempo de encontrarmos uma solução porque a situação na Guiné-Bissau tem a tendência de infectar o resto da região e nós conhecemos as outras consequências da instabilidade na Guine Bissau”, advertiu Addo, em referência a “questões relacionadas ao trafico de drogas etc., e tem se transformado num grande fosso na estrutura da nossa região”.

Por isso, defendeu o Presidente do Gana “a necessidade de encontrarmos uma solução é absolutamente urgente, não podem haver dúvidas sobre isso, e acredito que é uma área para a qual, em conjunto, a CEDEAO vai encontrar uma forma de resolver”.

Nana Akufo Addo reconheceu que as crises no Mali e na Guiné-Bissau “têm sido as mais difíceis de resolver, em larga medida pela implicação de forças estrangeiras no caos e instabilidade nesses países”.
Em conversa com jornalistas na Praia, considerou ser de “extrema importância encontrar a fórmula diplomática, política e de segurança que traga a paz e estabilidade".

Addo reiterou estar “comprometido para trabalhar ao nível da comunidade de países da África Ocidental para que se encontrem soluções”.

O Presidente do Gana termina no domingo, 21, uma visita a Cabo Verde com a qual pretende dinamizar as relações entre os dois países, em particular no domínio empresarial.
Rispito.com/Voa, 20-05-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público