quarta-feira, 14 de junho de 2017

Ministério Público ouviu membros da federação de futebol por alegada corrupção

O Ministério Público da Guiné-Bissau ouviu esta quarta-feira três membros do comité executivo da Federação de Futebol da Guiné-Bissau por alegada corrupção.
Segundo a agência de notícias guineense, os três dirigentes recusaram prestar declarações à imprensa, no final da audição.

Os três são acusados de terem alegadamente recebido cada um subsídios de um milhão de francos cfa (cerca de 1.500 euros), para viajarem para o Gabão, no âmbito da presença guineense na edição de 2017 da Taça das Nações Africanas, sem, no entanto, terem integrado a comitiva.

O presidente da federação, Manuel Nascimento Lopes, e a secretária-geral federativa, Virgínia da Cruz, também já foram ouvidos no âmbito do mesmo processo.
Rispito.com/Lusa, 14-06-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público