segunda-feira, 19 de junho de 2017

Polícia Judiciária  detém "Manecas" dos Santos

Foto de Braima Darame.O comandante guineense Manuel “Manecas” dos Santos foi detido hoje de manhã pela Polícia Judiciária na Guiné-Bissau, informou à agência Lusa fonte daquela força policial.
“Foi detido hoje cerca das 11:30 [12:30 em Lisboa], na clínica Madrugada, em Antula”, afirmou a PJ.
Segundo a mesma fonte, “Manecas” dos Santos está detido nas instalações da Polícia Judiciária no Bandim, em Bissau.
O veterano da luta armada pela independência da Guiné-Bissau tinha sido ouvido, há cerca de um mês, pelo Ministério Público, na capital guineense, para esclarecer as suas declarações sobre a iminência de um golpe de Estado no país.
Na ocasião, acompanhado do advogado e de alguns militantes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), "Manecas" dos Santos disse ter reafirmado perante os magistrados o que é "apenas uma opinião".
"O meu depoimento correu muito bem, eu reafirmei aquilo que tinha a reafirmar. Acabou aí", afirmou "Manecas" dos Santos, que enalteceu a postura dos magistrados que o ouviram.
Em entrevista ao jornal português Diário de Noticias, no passado mês de abril, "Manecas" dos Santos defendeu ser possível que venha a acontecer um novo golpe militar na Guiné-Bissau devido à situação de impasse político que se vive no país há cerca de dois anos.
O advogado Carlos Pinto Pereira explicou, então, aos jornalistas que "Manecas" dos Santos foi ouvido na qualidade de denunciante e não de suspeito e que saiu do Ministério Público sem qualquer medida de coação.
Rispito.com/Lusa, 19-06-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público