quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Presidente de Federação com termo de identidade de residência

O Tribunal Regional de Bissau agravou, esta terça-feira (24), a aplicação do termo de identidade de residência e também aplicou duas medidas cumulativas, apresentação periódica e obrigação de permanência no país, respectivamente, ao cidadão Manuel Irenio Nascimento Lopes (Manelinho)

As referidas medidas foram aplicadas na primeira seção de julgamento que decorreu esta terça-feira do processo que o envolve na alegada prática do crime da ofensa corporal contra o cidadão Francisco Silva Monteiro.
A próxima seção ficou marcada para o próximo dia 3 de Novembro.
O advogado de Francisco Monteiro, Mussa Sanhá, disse que a razão do agravamento da aplicação do termo de residência é aplicado a quatro anos no caso o acusado revelar insuficiência.
“Pelo fato do acusado ter faltado várias seções de julgamentos, então o tribunal decidiu agravar o termo e foi revogado a sua detenção do incumprimento da última seção de julgamento que foi adiada na semana passada”, afirma o advogado.

Mussa Sanhá considera de uma inovação o aconteceu no julgamento desta terça-feira no que refere à aplicação de duas medidas cumulativas que são apresentação periódica “ele tem que apresentar ao tribunal de segunda-feira a sexta-feira” e obrigação de permanência no país “entrega imediato do passaporte do acusado ou seja quando o mesmo quer viajar para fora do país tem que requerer ao tribunal e cabe ao tribunal ver a pertinência da viajem e, autorizar ou não”.

O advogado esclareceu que o seção não chegou ao fim porque “ a produção de provas não foi concluído”.
Rispito.com/R.S.Mansi, 25-10-2017


Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público