segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

MOVIMENTO GUINÉ AMANHÃ

Movimento Guiné Amanhã é mais uma organização que junta todo o cidadão guineense residente no país e na Diáspora preocupado com a crescente evolução negativa da imagem da Guiné-Bissau.

Foi criado em Londres, Reino Unido, a 05 de Agosto de 2017. Por cidadãos guineenses residentes na Diáspora.

Tendo como objectivo principal, a promoção e fortalecimento da democracia, através de um processo de inclusão em que cada um possa, livremente expressar a sua opinião, sem discriminação pela cor da pele, religião ou proveniência étnica.

Trata-se de um Movimento cívico que surgiu em defesa do povo guineense, que deixou de ter voz na sociedade onde está inserido.

Por conseguinte, esta plataforma, permitirá aos guineenses ter uma maior participação cívica baseada numa democracia que valorize a ética na relação humana.

Djunco Tchamo
Acreditamos que essa forma de intervenção, permitirá que os governantes eleitos democraticamente, cumpram cabalmente as suas promessas eleitorais.

Dito isto de outra forma, somos promotores de uma democracia participativa onde os cidadãos, não só, fazem parte da tomada de decisões, mas também, estarem em permanente contacto com os seus representantes.

Surgimos numa altura em que todos os valores que suportam a relação numa sociedade estão postos em causa, onde cada vez os jovens estão em desespero por verem o seu futuro hipotecado sem soluções imediatas, para uma vida condigna e promissora.

Temos um projecto de povo para povo, assente numa nova visão estratégica de desenvolvimento.

A Guiné-Bissau, tornou-se independente há mais de 43 anos, afirmando-se como um Estado soberano. Abrange uma área  de 36.125 quilómetros quadrados onde a convivência pacifica entre os vários grupos étnicos, é de louvar. Tem vasto recursos naturais e humanos.

A libertação do território guineense, custou suor e sangue dos nossos gloriosos combatentes da liberdade da pátria que, de certeza não esperavam ter um país que temos hoje. Um país que ainda continua a deriva, a beira do abismo, sem rumo certo para se erguer.

As incertezas cíclicas na política governativa dos sucessivos governos, descarta a esperança de quem quer ver o país a progredir, por isso vive-se um perigo e os menos atentos, não se percebem da sua gravidade.

A corrupção, egoísmo e ganância atingiu uma magnitude que se revela particularmente, a falta de preparação dos nossos dirigentes, tendo como consequência, o não satisfazer as necessidades básicas, em termos sociais: saúde, educação acesso a água potável, dieta adequada, ou seja, os valores da liberdade, da solidariedade, da cultura e justiça estão em causa.

Este é o momento transversal, para uma reflexão profunda de todos os guineenses. Da urgente necessidade de um virar de página e, de se pôr fim a indiferença que nos empurra cada vez mais para a cauda dos países menos desenvolvidos, acarretando assim, negativamente o processo celebre de um Estado de direito democrático.

É imperativamente necessário que a nossa terra alcance o desenvolvimento sustentável.

Portanto, o futuro da Guiné-Bissau, está nas nossas mãos.

Estamos convictos de que se houver entendimento, teremos um país de paz, progresso e estabilidade socio-politica.

Vamos dizer basta à violação constante dos nossos direitos e liberdades, assegurados na Constituição da República.
________________________________________________________________________
Djunco Tchamo - Secretario Nacional do Movimento Guine Amanha e Coordenador dos Núcleos de Apoio a Candidatura independente de Nancy Schwarz as Presidenciais de 2019.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público