terça-feira, 24 de abril de 2018

Impasse mantem na formação de governo


Uma delegação ministerial da CEDEAO chegou em Bissau no seguimento da formação do governo que será liderado por Aristides Gomes. Mas nos contactos até então estabelecidas pela delegação, ainda se continua verificar impasse no que respeita a divisão de pastas ministeriais.

Prova disso, esta tarde, as negociações da delegação da CEDEAO com o PAIGC e o PRS foram suspensas e a delegação sub-regiuonal seguiu para Palácio reunir-se, novamente, com José Mário Vaz enquanto as delegações das duas formações politicas mantiveram no hotel a aguardar a proposta final que a Missão CEDEAO leva ao Chefe de Estado.

Os atores políticos continuam a discutir a composição do novo elenco governamental, sendo que apesar dos progressos alcançados, persistem ainda alguns pontos de discórdia que alimentam debates entre as partes envolvidas.

A delegação da CEDEAO deverá ficar em Bissau até a tomada de posse dos novos membros do governo guineense. 
Recorde-se que a nona legislatura termina hoje, dia 23 de Abril, com um número de 7 primeiros-ministros e cerca de 180 membros do governo. O país viveu 3 dos 4 anos completamente bloqueado, mergulhada numa profunda crise política, social e económica que dividiu por completo os guineenses.
Rispito.com, 24-4-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público