quarta-feira, 4 de abril de 2018

PARLAMENTO GUINEENSE PODERÁ REUNIR-SE ESTE MÊS

O vice-presidente do Partido da Renovação Social (PRS), Certorio Biote, anunciou hoje que o parlamento poderá voltar a funcionar em plenária ainda no decurso deste mês.

Certório Biote, disse que a sessão seria convocada de forma extraordinária para eleger a nova direção da Comissão Nacional de Eleições (CNE), que terá como função a realização das legislativas ainda em 2018.

O vice-presidente do PRS que é também o líder parlamentar daquela formação política fez o anúncio quando discursava hoje numa conferência de homenagem a Kumba Ialá, fundador do partido que morreu, faz esta quarta-feira, quatro anos.

A conferência foi organizada pelos jovens e as mulheres do PRS.

Dirigindo-se aos jovens do PRS, Certorio Biote pediu contenção e ponderação aos dirigentes políticos do país, adiantando estarem em curso conversações com outros partidos e grupos de interesse para a reabertura do parlamento.

Há cerca de três anos que o parlamento guineense não consegue reunir-se em plenária por se encontrar bloqueado devido às divergências entre o PRS e o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Certório Biote apontou o dia 12 de abril como data possível, no entendimento do PRS, para a convocação da sessão extraordinária do parlamento, mas deixou claro que tudo dependerá das conversações entre os líderes políticos guineenses.

O dirigente político disse acreditar que não só o parlamento poderá voltar a funcionar em plenária como o país terá um novo Governo ´de consenso de todos e de confiança do Presidente da República´ o qual, disse, irá realizar eleições legislativas ainda em 2018, notou.
Rispito.com/A Bola, 04-04-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público