sexta-feira, 4 de maio de 2018

OMS pede a estabelecimentos de saúde da Guiné-Bissau para promoverem a lavagem de mãos

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu hoje aos profissionais dos estabelecimentos de saúde da Guiné-Bissau para promoverem a lavagem de mãos para combater infeções e outras doenças.
Image result for oms guinea bissau
"O simples e rápido ato de lavar as mãos com sabão impede em 40% a incidência de infeções tais como a diarreia, gripe, erupções, doenças de pele, dores de garganta. Muitos fungos e germes acumulam-se nas mãos e são facilmente transmitidos a outras pessoas através do aperto de mão ou utilizando utensílios comuns", refere, em comunicado divulgado à imprensa por ocasião do Dia Mundial da Lavagem de Mãos que se assinala sábado, a OMS.

Dedicado ao tema "Está nas suas mãos prevenir a sepsia na assistência a saúde", o Dia Mundial da Lavagem de Mãos na Guiné-Bissau vai ser assinalado com o lançamento de uma campanha junto dos profissionais de saúde e dos que trabalham com alimentos.

"Na Guiné-Bissau muitas vezes as condições de regras de higienização das mãos não são respeitadas nos hospitais e centro de saúde devido à falta de equipamentos e em alguns casos, por negligência de certos profissionais", alerta da OMS.

Segundo a organização, a campanha visa alertar as pessoas para o "respeito escrupuloso" da regra de lavar as mãos, sublinhando que as mãos lavadas podem impedir a morte de pessoas por contaminações e infeções.
Rispito.com/DN, 04-05-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público