quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Suspensa emissão de documentos biométricos

O Tribunal de Contas da Guiné-Bissau ordenou o encerramento do centro de emissão de documentos biométricos, como bilhetes de identidade e passaportes, por falta de pagamento por parte da empresa, disse fonte daquele instituição judicial.

Related imageHá um incumprimento das obrigações por parte da Semlex. Fizemos um contrato e fiscalizámos esse contrato. Foi feita uma adenda, mas há um incumprimento de pagamento", explicou Francelino Lopes, diretor-geral da inspeção do Tribunal de Contas.

O centro, que produz os bilhetes de identidade e os passaportes, está encerrado há três dias.

"Tivemos uma comunicação com a Simplex e fomos informados que o Tribunal de Contas mandou encerrar as portas alegando falta de pagamento do visto do contrato", disse fonte do Ministério da Justiça, salientando que estão a tentar resolver o problema.

Fonte da empresa Semlex disse que o Tribunal de Contas está a exigir o pagamento de cerca de 38 mil euros de emolumentos, mas que a empresa não reconhece a dívida.

A Semlex é uma empresa belga responsável pela emissão de documentos biométricos em vários países africanos.
Rispito.com/Lusa, 21-02-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público