quarta-feira, 13 de março de 2019

PARTIDOS COM ACORDOS ASSINADOS A ESPERA DE CNE

O Partido Africano para a Independência da Guiné-Bissau (PAIGC) e a Assembleia do Povo Unido - Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU/PDGB) celebraram um acordo de incidência parlamentar para garantir estabilidade no país após as legislativas de domingo.

O acordo foi assinado nesta terça feira, 12 de Março, no hotel Azali em Bissau, após a reunião dos líderes dos dois partidos, Domingos Simões Pereira (PAIGC) e Nuno Nabian (APU/PDGB), numa conferência de imprensa conjunta.

No mesmo dia, na sede do Madem, em Bissau, o Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15) e o Partido de Renovação Social (PRS) assinaram também outro acordo com o mesmo nome. Ou seja, de incidência parlamentar e governativa para a estabilidade da Guiné-Bissau.

No ato,  Alberto Nambeia, presidente do PRS, afirmou "Este acordo político é para estabilizar o país" sublinhando que é preciso haver entendimento para o desenvolvimento do país.
"A Guiné-Bissau não merece o que se passa hoje. Porque guerra continua entre a classe politica não acaba com as greves,  nao melhora infraestruras nem garante uma saúde. Daí que ja é altura de todos os guineenses lutarem para o bemn do país.

Braima Camará agradeceu também ao PRS a "oportunidade" de terem uma "maioria clara" para estabilizar a Guiné-Bissau.
"O Madem e o PRS é que têm condições para ter uma maioria para salvar a pátria", frisou.

O acordo assinado entre os dois partidos é de incidência parlamentar e governativa e o primeiro-ministro será designado pelo partido com maior representação parlamentar.
Rispito.com 13-03-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público