quarta-feira, 15 de julho de 2020

COVID-19: Unicef entrega à Guiné-Bissau orientações para proteger crianças e escolas

COVID-19: Unicef entrega à Guiné-Bissau orientações para proteger crianças e escolas

O Fundo da ONU para a Infância (Unicef) vai entregar hoje ao Ministério da Educação da Guiné-Bissau um conjunto de orientações para proteger as crianças e as escolas da pandemia provocada pelo novo coronavírus.
As orientações constam de um documento, elaborado pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Unicef e Organização Mundial de Saúde.

Em comunicado, divulgado à imprensa, a Unicef explica que o documento enumera uma série de itens que "devem ser verificados para manter as escolas seguras".
"Também aconselha as autoridades nacionais e locais sobre como criar e implementar planos de emergência para manter as escolas seguras", saliente o documento.

As escolas públicas da Guiné-Bissau foram encerradas em março por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O Governo tinha anunciado a retoma do ano letivo para segunda-feira, mas acabou por adiar a decisão por não estarem reunidas as condições necessárias para garantir a segurança dos alunos e professores.
"As orientações incluem recomendações para mitigar possíveis impactos negativos na aprendizagem e no bem-estar das crianças e dos adolescentes", refere a Unicef, explicando que são apresentadas opções para o ensino à distância, incluindo através da Internet, rádios e televisão.

O documento inclui também as etapas necessárias para uma eventual reabertura segura das escolas, que passa por informar as crianças sobre como se devem proteger a si e aos outros.

A Guiné-Bissau registou os primeiros casos de COVID-19 em março e regista atualmente um total acumulado de quase 2.000 casos, incluindo 26 vítimas mortais.

No âmbito do combate à pandemia, o Presidente do país, Umaro Sissoco Embaló, declarou o estado de emergência pela primeira vez em março e já o prolongou por seis vezes, a última das quais até 25 de julho.
Rispito.com/Lusa, 15-07-2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público