quarta-feira, 7 de outubro de 2020

PR guineense visita Portugal com encontros políticos e empresariais na agenda

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, vai reunir-se na sexta-feira em Lisboa com empresas portuguesas, no âmbito da visita oficial de dois dias a Portugal, em que será recebido pelo Presidente e pelo primeiro-ministro.

Umaro Sissoco Embaló viajou hoje para Portugal para a primeira visita oficial que faz a um país da Europa desde que tomou posse como chefe de Estado da Guiné-Bissau, em fevereiro.

O programa da visita, divulgado hoje pela Presidência portuguesa, tem início na quinta-feira, com um encontro entre Umaro Sissoco Embaló e o homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, seguido de um almoço no Palácio de Belém.

Durante a tarde de quinta-feira, o Presidente guineense é recebido na Assembleia da República e tem previsto também um encontro com o primeiro-ministro, António Costa.

Na sexta-feira, Umaro Sissoco Embaló participa, com o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, e o presidente do conselho de administração da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís Castro Henriques, numa mesa-redonda com empresas portuguesas, um encontro que vai decorrer no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Umaro Sissoco Embaló visita no mesmo dia a sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), onde vai realizar-se uma sessão solene com todos os representantes dos Estados-membros da organização.

Em declarações hoje aos jornalistas no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, em Bissau, momentos antes de viajar para Lisboa, Umaro Sissoco Embaló salientou que Portugal é a porta de entrada e porta-voz da Guiné-Bissau na União Europeia.

O Presidente guineense tem defendido um novo paradigma para as relações político-diplomáticas do seu país, que passam necessariamente por uma diplomacia económica, que capte investimento para a Guiné-Bissau, considerado um dos países mais pobres do mundo.

A visita de Umaro Sissoco Embaló a Portugal ocorre depois de o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ter realizado em setembro uma visita de trabalho à Guiné-Bissau.

Segundo a ministra dos Negócios Estrangeiros guineense, Susy Barbosa, o primeiro-ministro, António Costa, deverá realizar uma visita à Guiné-Bissau antes do final do ano.
Rispito.com/Lusa, 07/10/2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público