quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

 

2020/2021 - UM MINUTO DE REFLEXÃO 


É do pleno conhecimento humano que cada um de nos está neste mundo para viver durante um tempinho e passar definitivamente para a eternidade. 

Embora assim, a consciência de que não viemos para ficar, durante o curto tempo da nossa aventura mundana que devíamos viver na amizade e fazer bondade. Gastamos muito tempo em atrapalhar o nosso sossego em divergências e discussões inúteis, e, Julgamos detentores de capacidade supremo em termos de conhecimento. Enquanto o orgulho nos conduz em ganancias de extremismo, na invenção de brigas e maledicências entre nós. Distraímos com a passagem rápida do tempo e esquecermos de viver para desfrutar o mais importante. - "harmonia e interajuda"

Meus irmãos:
Com certeza ainda lembramos que um ano atrás, no período homologo, ou num dia como hoje, muitos de nós estava iludidos com maravilhas do dia seguinte, inclusive as festas de final de ano, onde fizemos muitos planos para o futuro. Reclamamos muito de 2019, com muita esperança de que o ano a seguir seria melhor.

Mas como o percurso do tempo é imperativa, chegou o tão esperado 2020... Que infelizmente revelou num ano atípico para todo o mundo.
Um ano inundado de desespero que impulsionou o mundo num ambiente bem diferente de convivência
Um ano do numero gémeo e par. Lindo de chamar...  mas foi um ano ímpar e diferente de tudo que ainda tínhamos vividos até hoje.
Famílias separadas: Pai e mãe longe de seus filhos. Filhos longe de seus amigos. Netos sem afagos dos avós.
Profissionais da saúde exaustos, diante de mortes e mortes… Partidas sem despedidas e muitos enterros indignos . 
Cidades vazias, com atividades suspensas. Hospitais cheios de doentes e de lamentáveis certidões de óbito. Com cemitérios lotados de rico, pobre, velho, jovem, crianças, negros, brancos, artistas famosos, anônimos e etc...

Em fim… gente dos quatro cantos do mundo de viagem em massa para o mesmo lugar.
Um lugar sem volta. Por causa de uns vírus que está a virar os destinos das pessoas e milhões de sonhos cancelados. Uns vírus que continua virar os ritmos de trabalho e vida de milhões de famílias destruídas.
Para os que ainda vivem são obrigados a conviver com medidas e condicionamentos. Com tratos a distancia, sem abraços nem apertos de mão
Com sorrisos abafados. Tapados de máscaras e de rostos cansados com marcas na cara.
Mãos aflitas a procura de água, sabão e álcool gel. Por alem de sustos e espantos, com a atualidade diária dos acontecimentos.

Meus irmãos, 
Tendo em conta de tudo o que está acontecer ao mundo, o melhor que podemos fazer é agradecer a Deus por termos chegado até aqui ainda são e salvos.
Agradecer a Deus de ainda estarmos com vida e ao lado da nossa família, com esperanças de um dia podermos voltar a respirar sem nariz tapado e de sorrir sem boca coberta.
Gradecer a Deus e pedir que rapidamente possamos voltar a compartilhar abraços entre nós e de viver em harmonia sem regras de distanciamento social.

Meus irmãos
Perante o momento desagradável e difícil que estamos a enfrentar é, também um verdadeiro momento  de sermos persistentes em refletir no que realmente importa Lembrando sempre que cada minuto é um tempo precioso e cada segundo importa vivermos na base harmoniosa e de interajuda. Para ano 2020 que agora deixamos para trás, nos sirva de lição de vida e que 2021 nos traga um novo ar de compreensão da vida para vivermos Juntos unidos sem diferenças. 

Varias vezes a vida nos separa por motivos alheios, mas a morte nos junta para nos mostrar, conforme a gíria popular, que "ser humano veio de nada e de nada voltará".
Por isso, devemos encarar o ano 2021 como um desafio serio para que os problemas do 2020 não continue ainda ser um fardo constante na nossa vida.
E para isso, devemos deixar o excesso de orgulho e de considerar superior a  alguém nem subestimar ninguém porque as circunstâncias podem mudar a qualquer momento.
Mesmo para quem se considera poderoso é importante lembrar que o tempo é mais poderoso que qualquer um.. Humilhar alguém não é receita que faz ninguém ser mais forte, nem ser mais importante - pelo contrario, contribui para o tornar mais miserável em termos de credibilidade dentro de sociedade.

Basta olhar para alguém e pensar em sua própria pessoa para teres a certeza de os seres humanos são naturalmente iguais e ambos merecem tratos com dignidade. Perante esta realidade, se dentro de um trato social humana existir um inferior é porque há quem se acha em ser superior.
Um achar de superioridade que provem da realidade controvérsia da vida. Por exemplo: 
Hoje posso ter de comer mas se calhar um dia não teve.
Hoje posso estar a conseguir pagar as minhas contas… mas se calhar ouve tempos que tinha saldo negativo a a pedir empréstimo. Mas o importante é compreender que Isto significa que cada um de nós chegou de ganhar dinheiro mas também o perdeu. O que é mesma coisa dizer que certamente cada um de nós teve momentos altos e baixos, e todos já enfrentamos períodos difíceis.

Nesta base, dentro das regras de trato de igualdade social, não se deve julgar alguém pelo cargo que ocupa ou pelos bens materiais que possui. Não importa a grandeza da sua casa ou a nobreza do seu carro… dos moveis que tem ou a soma do dinheiro no Banco. Lembre sempre que a realidade da natureza nos reserva a todos uma igual forma de trato quando a nossa ida chegar, onde nenhum poder ou bem material nos impede desaparecer. Tendo em conta que cada um de nós tem um dia de nascer e um dia de provar a dor da morte.
E a morte prova-nos que as coisas que cada um de nós tem durante a vida, pertence a terra e permanece na terra. Alias, nunca vimos um carro de mudança a seguir um cortejo fúnebre para levar os pertences do defunto na sua sepultura.

Por isso, enquanto é tempo devemos desfrutar de compaixão e de baixar o excesso de orgulho. Evitar de portar mal, insultar e de humilhar pessoas. De maltratar os empregados, as esposas, os filhos e outros, porque todos nós estamos neste mundo para servir.

Meus irmãos
Para você que esta a lutar para vencer, se um dia subir na vida, por favor, não muda. Continua ser humilde, simples e cumprimentando as pessoas. Lembre sempre que poderás voltar a nível dos que consideras mais baixo quando começares a cair. Porque na verdade, cada um nós cai um dia e é mais dolorosa quanto mais alto for a queda.
Seja qual for a sua posição nunca se esqueça de servir aos outros, porque é mais gratificante doar do que receber, não esquecendo que no termino de cada um de nós toda a vaidade acaba e o que se consolida é a nossa igualdade dentro da sepultura.

É com esta pequena e breve reflexão de vida que termino desejar que ano 2021 seja de entendimento, de prosperidade e de interajuda. Mas sobretudo, de saúde para cada um de nós e de toda a sua família.
Bem haja a todos e um bom ano para todos.

Dezembro 2020
Samba Bari

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público