quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Polícia guineense impede manifestação de estudantes contra encerramento das escolas

Estado de calamidade decretado pelo Governo e greve de professores criaram situação considerável insustentável pelos estudantes

A polícia guineense deteve nesta quinta-feira, 28, por algumas horas, três dos principais líderes de organizações estudantis que tentavam promover, uma manifestação nas ruas da capital Bissau.

Os estudantes, que tentavam protestar contra a interrupção das aulas imposta pelo Governo contra o Estado de Calamidade, decretado, foram dispersados pela polícia.

Pelo que se sabe, não há feridos entre os manifestantes, que prometem não desarmar-se, até que sejam criadas as condições para a retoma das aulas nas escolas públicas.

O estado de calamidade decretado pelo Governo, que fechou as escolas por 30 dias, e a greve de professores criaram situação considerável insustentável pelos estudantes

Esta é a segunda tentativa de manifestação, em menos de duas semanas, convocada pelas diferentes organizações estudantis, que continuam a exigir o fim da greve no sector do ensino guineense.
Rispito.com/VOA, 28-01-2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público