quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Portugal oferece cinco mil máscaras às Forças Armadas guineenses

O embaixador de Portugal na Guiné-Bissau, José Caroço, entregou hoje ao Governo guineense cinco mil máscaras para as Forças Armadas, no âmbito do combate ao novo coronavírus.

As máscaras foram recebidas pelo diretor geral da Política de Defesa guineense, general Malam Camará, na presença dos chefes dos três ramos das Forças Armadas e de vários oficiais militares.

No seu discurso de entrega das máscaras, o embaixador português em Bissau sublinhou que a oferta se enquadra em "vários gestos concretos que dão corpo de maneira verdadeiramente eficaz e real à frutífera cooperação" que existe entre Portugal e a Guiné-Bissau no domínio militar.

José Caroço destacou ainda que a oferta das máscaras vai ajudar as Forças Armadas na sua "verdadeira batalha em prol da saúde pública", que disse ser uma tarefa para todos.

O embaixador de Portugal em Bissau frisou igualmente que a cooperação técnico-militar entre os dois países "tem contribuído no quadro mais vasto da cooperação fraternal" entre Lisboa e Bissau.

"Esta questão da pandemia é mais um exemplo", notou José Caroço.

Falando em representação do ministro da Defesa da Guiné-Bissau, Sandji Faty, o diretor-geral da Política de Defesa Nacional guineense, general Malam Camará, afirmou que as máscaras vão ajudar as Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19.

"As máscaras vão ajudar-nos no combate ao inimigo invisível, mas quão letal se não forem tomadas medidas adequadas", declarou o general.

Malam Camará também enalteceu o nível da cooperação técnico-militar entre a Guiné-Bissau e Portugal, que disse iniciar-se formalmente em 1989, no âmbito da qual, disse, têm acontecido iniciativas "memoráveis, substâncias e multiformes" traduzidos em apoios de Portugal às Forças Armadas guineenses, observou.

"É mais um gesto solidário demonstrativo da qualidade da cooperação, sem olhar pelas circunstâncias que possam nos rodear", defendeu Camará, pedindo ao embaixador que transmita o reconhecimento das autoridades guineenses pelos apoios de Portugal.

A Guiné-Bissau regista um total acumulado de 2.950 casos de covid-19 e 46 vítimas mortais.
Rispito.com/RTP Noticias, 18-02-2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público