quarta-feira, 7 de abril de 2021

A Guiné-Bissau é possível é só as pessoas deixarem, diz PR guineense

O chefe de Estado guineense, Umaro Sissoco Embaló, disse que a Guiné-Bissau é possível é "só as pessoas deixarem" e que é preciso as pessoas terem ambição para levarem o país para a frente.
"Temos de mudar e ter ambição de levar a Guiné-Bissau para a frente. A Guiné-Bissau é possível e é só uma questão de as pessoas deixarem", afirmou o Presidente.

Umaro Sissoco Embaló falava no Hospital Nacional Simão Mendes onde se deslocou para arrancar com uma série de exames gratuitos de imagiologia que vão ser feitos, com o apoio da sucursal marroquina da empresa Metec Africa, no âmbito do programa de saúde do chefe de Estado para a população.

Durante 10 dias, os especialistas contam fazer cerca de 500 exames de imagiologia.

A Guiné-Bissau não tem serviços de imagiologia, excetuando o 'raio x' e ecografias, o que obriga as pessoas a deslocarem-se ao Senegal ou a Portugal para a realização de exames.
"É uma vergonha Bissau, a capital, não ter serviços é uma questão de ambição. A minha geração é de concreta. Fala pouco e faz para as pessoas verem e brevemente vamos ter uma máquina de hemodiálise", disse o chefe de Estado.

Presente na cerimónia esteve também o ministro da Saúde, António Deuna, que prometeu a aquisição dos equipamentos de imagiologia até ao final do ano.
Rispito.com/Lusa, 07-04-2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público