segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Cipriano Cassama enaltece a necessidade de actuação independente do jornalista

O Presidente da Assembleia Nacional Popular afirmou hoje que a comunicações sociais guineenses é resultado de uma conquista democrática fundamental por isso, não há democracia sem uma verdadeira liberdade de expressão.
 Cipriano Cassama,  que discursava hoje 29 de Dezembro na sede da ANP em Bissau,  na cerimonia de encerramento de   um almoço de confraternização com Jornalistas, membros da mesa da ANP, líderes dos grupos parlamentares do PAIGC, PRS e Conselheiros do Presidente da ANP
indicou que a impressa deixará de ocupar o quarto poder se não é capaz de mostrar a sua  independência face as instituições políticas aos poderes fáticos da sociedade. 
Cassamá exorta aos profissionais da comunicação social no sentido de continuarem fiscalizar as catividades dos órgãos da soberania, promover a moralização ao público e denunciar a corrupção.
Em relação ao preocupação apresentada aos jornalistas sobre a criação de condições que permitam aos jornalistas estarem sempre informados das ações do parlamento, número um da casa parlamentar promete para a próxima sessão parlamentar ter um porta-voz do parlamento, que possa informar os homens da imprensa das catividades dos deputados.          
Ladislau Embassa, Presidente do Conselho Nacional da Comunicação Social classificou de positiva a actuação da imprensa neste ano prestes a findar, tendo pedido ao governo para apoiar a classe para melhor realizar a sua tarefa de comunicar.
Mamadú Candé, Presidente da SINJOTECS afirmou que a imprensa não é inimiga do parlamento e muito menos desvendadora de segredos de estado, mas sim, um parceiro de desenvolvimento.
Em nome dos jornalistas, falou Salvador Gomes, Diretor Geral da ANG que exortou a actual direcção da ANP para a criação de condições que permitam aos jornalistas estarem sempre informados das ações do parlamento.
Rispito.com/Lai Baldé, 29 de Dez. 2014

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público