quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Sessão parlamentar outra vez adiada

Ainda não é desta a reapreciação do Orçamento-Geral de Estado (OGE) do Governo de Carlos Correia.
Tudo porque, a Comissão Permanente da ANP protelou "sine die", a sessão parlamentar que deveria retomar esta quinta-feira os trabalhos para reapreciação e votação desse instrumento tao importante de governação. 
Inácio Correia, primeiro-vice presidente da ANP, não tem duvida que é melhor aguardar até que haja uma decisão do fórum judicial sobre o recurso interposto pelos membros da mesa da ANP com vista a esclarecer o bloqueio parlamentar.
Com este ambiente, o Governo de Carlos Correia, fica com asas atadas, sem carga elétrica e nem pernas para continuar a seguir a caminhada de desenvolvimento almejado.
 No país tudo funciona a meio gás. Agora, só se vê pessoas a debater da crise politica mais precisamente sobre Presidente JOMAV, DSP/PAIGC, ANP/Cipriano Cassamá, o grupo de 15 deputados expulsos do PAIGC/ PRS e os juízes dos tribunais.
“País parado. Tudo funciona a conta gota.”A comissão permanente da Assembleia Nacional Popular decidiu adiar a sessão parlamentar que deveria ter lugar nesta quinta feira dia 25.
O primeiro vice-presidente do Parlamento, considerou ser melhor aguardar até que haja uma decisão do Tribunal de Relação de Bissau sobre o recurso interposto para o esclarecimento do imbróglio jurídico-político da substituição dos 15 deputados expulsos do PAIGC e consequentemente no parlamento

Lembra-se que no passado dia 8 de Fevereiro, um juiz do Tribunal Regional de Bissau Lassana Camara, ordenou a anulação da deliberação do Parlamento, que havia decretado a exoneração de 15 parlamentares do PAIGC, por considerá-la ilegal.
A liderança do Parlamento, descontente com a medida, interpôs um recurso e com receio de virem a comparecer na sessão plenária deputados a mais, ou seja, os que foram exonerados e os que foram investidos, decidiu adiar a sessão.
Rispito.com /Lai Balde-correspondente, 24-02-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público