terça-feira, 12 de abril de 2016

Greve a vista no Instituto Nacional da Segurança Social 

A crise política atingiu de uma forma inesperada o Instituto Nacional da Segurança Social (INSS) da Guiné-Bissau.

Isto porque, a denúncia partiu em conferência de imprensa, dos membros da direção do sindicato de base dessa instituição, acusando o ministro da Função Pública e Trabalho na tentativa de alterar a conta bancaria “fax correio eletrónico” para desviar cem milhões de francos cfa, a fim de serem depositados numa outra conta especial no BCAO, em Bissau.

Como se isto não bastasse, o sindicato mostrou-se surpreendido com as despesas que rondam de oito milhões de francos para a reabilitação do edifício (INSS) que já foi modernizado, montante agora posto como débito.  

A organização sindical de base do (INSS) ameaça avançar com uma greve de três dias, caso o patronato não assumir as responsabilidades que lhe são atribuídas. Cuja paralisação está prevista para os dias 14 à 15 deste mês.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 11-04-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público