segunda-feira, 18 de abril de 2016

SINDEPROF iniciou mais um greve de trinta dias

O Sindicato Democrático dos Professores (SINDEPROF) iniciou esta segunda-feira a terceira vaga de greve de trinta dias nas escolas públicas do país, cujo término está previsto para o dia 27 de maio, alegando falta de dialogo e vontade política por parte dos dirigentes do Ministério da Educação Nacional no, quanto ao cumprimento do seu caderno reivindicativo.

As exigências continuam ser mesmas, o pagamento de retroativos, harmonização de letras dos professores oriundos das escolas de formação, efetivação de alguns professores, fixação do salário mínimo no valor de 162 mil francos cfa no sector da educação “a semelhança dos outros órgãos da soberania” bem como a implementação dos estatutos da carreia docente, um instrumento aprovado pelo parlamento guineense em Março de 2011, com vista a melhorar a qualidade de vidas dos professores do país, mas que até agora não foi implementado.
Rispito.com/Lai Baldé-correspondente, 18-04-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público