segunda-feira, 2 de maio de 2016

Tantas mediações mas a crise guineense ainda está longe de acabar

 A Crise politica que arruína a Guiné-Bissau está ainda longe de ser ultrapassada.
Mais um desespero e falta de coerência politica entre os líderes políticos do país. Nesta tarde de 2ª-feira dia 02 de maio, no aeroporto de Bissau, em jeito de balanço o general Obasanjo desejou ao povo guineense tudo de bom, que haja entendimento e estabilidade no país: “ainda não encontrámos uma solução para a crise, apesar de vontade política demonstrada. Faço um apelo para que as partes encontrem uma solução política sem violência e sem recurso a uma intervenção militar”. Notou Obasanjo
A delegação da CEDEAO chefiada pelo antigo Presidente da República Federal da Nigéria, Olusegun Obasanjo manteve encontro com o Presidente Mário Vaz a porta fechada no aeroporto de Bissau, deixou a capital Bissau rumo a sua proveniência mais uma vez sem êxito nas negociações para a estabilidade na Guiné-Bissau.

Afinal!...Só desperdice do tempo associado com avultadas despesas aos partes desavindas, a imprensa que esteve acompanhar a delegação do Obasanjo desde primeiro minuto em Bissau e nas negociações fracassadas sem cabeça, nem tronco e membros por parte dos líderes políticos da Guiné-Bissau. 
Rispito.com/Lai Baldé-correspondente, 02-05-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público