sábado, 30 de julho de 2016

DEPUTADOS DA NAÇÃO FIZERAM VISITA DE SOLIDARIEDADE COM O DEPUTADO GABRIEL SOW

Alguns deputados da Assembleia Nacional Popular efectuaram neste sábado uma visita de solidariedade ao deputado Gabriel Sow que se encontra detido nas celas prisionais da cidade de Bafatá, Leste do país.

Após terem falado com o deputado preso, João Seidiba Sane líder da Bancada Parlamentar do PAIGC, afirmou que a detenção do deputado Gabriel Só está ligada com a situação política vigente no país. Uma vez que o deputado estar coberto de imunidade parlamentar foi “raptado” e colocado na prisão de “forma arbitrária sem respeito das leis.” Adiantando que o seu processo ainda não se transitou em julgado por ter sido remetido um recurso ao Tribunal da CEDEAO. Por isso, os deputados exigem a sua libertação imediata e incondicional.

O Secretario Nacional do PAIGC, Aly Hizajy assegurou que o partido já instruiu a sua Bancada Parlamentar para cancelar todas as actividades no Parlamento enquanto o deputado mantiver preso.

 João Baticã Ferreira deputado da União para Mudança (UM) qualifica o cenário de “vergonha nacional” exortando aos seus mandantes para se cuidarem porque segundo disse estão a dividir o povo para melhor reinar.

O deputado da UM recordou que a altura da desocupação do então Governo de Carlos Correia no Palácio do Governo, o líder do partido do leão já teria advertido que o país caminha num ambiente do medo, insegurança e de anarquia total. Com tudo o político deixou bem claro que a ditadura jamais triunfará na Guiné-Bissau. “O Dr Gabriel foi sequestrado e conduzido imediatamente na prisão. Este tipo de justiça só fomentar ódio e problema no país.” Disse Batiçã

A delegação parlamentar foi chefiada pelo primeiro-vice presidente da ANP, António Inácio Coreia Vulgo Tchim.

Recordamos que, o deputado Gabriel Sow continua detido na prisão de alta segurança na cidade de Bafatá, leste do país, sem que seja levantada a imunidade parlamentar.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 30-07-16

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público