sexta-feira, 1 de julho de 2016

Governo guineense opera movimentações nas chefias militares e na administração pública 


O Governo da Guiné-Bissau fez alterações nas chefias militares, nomeando Carlos Mandungal para a liderança da Armada e Daba Na Walna para o Tribunal Superior Militar.

As movimentações foram anunciadas hoje em comunicado do Conselho de Ministros.

O comodoro Carlos Mandungal era até aqui vice-chefe do Estado-Maior da Marinha, sendo agora promovido a líder da Armada guineense, uma vez que o anterior responsável, o comodoro Sanhá Clusse, faleceu em março.

Mandungal será coadjuvado pelo capitão-de fragata, Armando Sigá, no cargo de vice-chefe do Estado-Maior da Armada.

Sigá era até aqui o comandante do corpo dos fuzileiros navais da Guiné-Bissau.

Para a presidência do Tribunal Superior Militar foi nomeado o brigadeiro-general Daba Na Walna, até aqui chefe de gabinete do líder militar do país, o general Biague Nan Tan.

Jurista de formação, Na Walna, vai ocupar o lugar deixado vago na presidência do Tribunal Militar com a saída do anterior titular, o general Eduardo Sanhá, nomeado ministro da Defesa guineense.

Quanto aos servidores públicos, o Conselho de Ministro deu a sua anuência quinta-feira dia 30, aqui, por despacho do PM Baciro Djá se efectue o seguinte movimento da pessoal da administração pública: 
Rene Barros Diretor-geral da EAGB, sendo em consequência, dada por finda a comissão de serviço do anterior titular.
Ainda, o Colectivo governamental nomeou Mamadu Embaló Tesoureiro-geral do ministério da Economia e Finanças e Evaristo Gomes de Pina Director-geral de Controlo Financeiro.
Rispito.com/Lusa/Lai Balde-correspondente, 01/07/2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público