segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Guiné-Bissau - conflito afetou de forma significativa a segurança alimentar

A Guiné-Bissau é um dos 17 países que estão na lista de nações onde o conflito afetou de forma significativa a segurança alimentar.
Informação divulgada na passada sexta-feira 29 de Julho, em Roma, onde revela que o país tem 25 mil pessoas que precisam urgentemente de auxílio alimentar, nutricional e de meios de subsistência. O número equivale a 0,6% da população guineense.
Preços Instáveis.

O documento deve ser apresentado ao Conselho de Segurança após ter sido preparado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, e pelo Programa Mundial de Alimentação, PMA.

Na Guiné-Bissau, os efeitos combinados dos preços instáveis de produção e ao produtor, as crises alimentares do Sahel em 2011 e 2012 e a instabilidade política "desgastaram os meios das famílias vulneráveis para enfrentar a situação" .

Os resultados foram a insegurança alimentar prolongada em vastas áreas do país e a persistência da desnutrição aguda.
Raispito.com/Radio ONU, 31-07-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público