sexta-feira, 30 de setembro de 2016

DONATIVO DE MATERIAL DE "SCML" CHEGOU A HOSPITAL DE BAFATÁ

O material doado pela Santa Casa de Misericórdia de Lisboa (SCML) a ANARBA para apoio ao Hospital e deficientes da Região de Bafatá, já chegou ao destino com o apoio da ONG portuguesa "FUNDAÇÃO JOÃO XXIII" e cuja a distribuição começou ser feita pelo Governo Regional em colaboração com as autoridades de saúde, chefe tradicional (Régulo) e Associação de Deficientes da Região de Bafatá.
A cerimónia foi presidida pelo Senhor Abdu Sambú, Governador da Região, na Presença do Delegado Regional de saúde e Sécu Sidibe, Régulo de Bafatá, entre outros populares.

Lembra-se queANARBA recebeu no dia 30 de Março de 2016 da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa (SCML) que se destina a Região de Bafatá. Donativo que representa um importante apoio solidário ao Hospital Regional, constituido por 150 pares de canadianas, 20 carretas de rodas, 300 almofadas de conforto, Discos de transferencias verticais, Cadeirões giratórios, elevadores de transferencias e pinças, entregues pela Senhora Dra Cristina Vaz Almeida, Diretora de Serviço de Gestão de Produtos de Apoio a Unidade de Promoção do Envelhecimento Ativo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Por sua vez, José Carlos Baldé, Presidente da Direcção de ANARBA, em nome de todos os associados endereçou a mensagem de agradecimento e de reconhecimento à aquela instituição, particularmente ao Senhor Dr. Santana Lopes, Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.
Na referida mensagem, o Presidente de ANARBA enalteceu o gesto tão nobre e de solidariedade, assumindo que é ambição da associação que representa, honrar a confiança que a SCML depositou para a atribuição desse donativo e comprometeu fazer chegar o mesmo aos destinatários mais carenciados da Região, como melhor forma de corresponder com a expectativa que aquela instituição doadora representa.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público