quinta-feira, 29 de setembro de 2016

José Mário Vaz atribui principal condecoração do país a Raul e Fidel Castro

O Presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, assinou hoje os decretos que atribuem a mais alta distinção do Estado, a medalha Amílcar Cabral, ao Presidente de Cuba, Raul Castro, e ao antigo líder Fidel Castro.

O chefe de Estado aceita a proposta que foi feita em reunião de Conselho de Ministros, na terça-feira, e justifica as distinções aos irmãos Castro com o apoio que Cuba sempre deu às causas guineenses.

Cuba foi um dos aliados da Guiné-Bissau na luta pela independência de Portugal, na década de 1960 e até 1975, e tem mantido no país ações de apoio em várias áreas, como a saúde e educação - acolhendo também muitos quadros guineenses para formação.

O Presidente da República, José Mário Vaz, partiu esta quarta-feira para Cuba numa visita oficial que deverá durar até sábado, disse à Lusa fonte da presidência guineense.
Rispito.com/Lusa, 29-09-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público