quinta-feira, 29 de junho de 2017

Nuno Nabian quer eleições gerais antecipadas

Image result for nuno nabianAntigo candidato presidencial Nuno Nabian quer eleições gerais antecipadas na Guiné-Bissau
O segundo candidato mais votado nas últimas eleições presidenciais na Guiné-Bissau, Nuno Nabian, defendeu  que o país só sairá da crise com eleições gerais para escolha de novos deputados e de um novo Presidente.
Em conferência de imprensa, Nuno Nabian, líder da Assembleia do Povo Unido-Partido Social Democrata da Guiné-Bissau (APU-PDGB) reagiu às declarações do Presidente guineense, segundo as quais, se não houver entendimento entre os atores políticos nos próximos 90 dias irá marcar novas eleições antecipadas.
Para o líder da APU-PDGB, José Mário Vaz deve começar a pensar em colocar o seu lugar à disposição e preparar-se para as eleições se quer mesmo acabar com a crise, que, acusou, foi por si criada.
"O Presidente devia entregar o poder ao povo na sua totalidade porque perdeu a capacidade de dirigir o povo", afirmou Nabian, que chama ainda a atenção da comunidade internacional em relação a proveniência do dinheiro que José Mário Vaz vai utilizar para custear as eleições.
O líder guineense disse que o país tem dinheiro pronto para pagar todas as despesas relacionadas com as eleições legislativas antecipadas.
Nuno Nabian disse que pretende saber a proveniência do dinheiro e alertou que "tem de ser dinheiro limpo".
O antigo candidato a chefe de Estado exortou ainda o Presidente guineense a dissolver o Parlamento, demitir o Governo de Umaro Sissoco Embaló e a criar um novo executivo de unidade nacional para preparar as próximas eleições.
A tarefa principal daquele Governo seria a revisão constitucional e a lei eleitoral, defendendo que se aquilo não for feito os problemas políticos no país vão continuar.
Rispito.com/Lusa/Fim, 29-06-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público