segunda-feira, 17 de julho de 2017


NOTA DE IMPRENSA
O PDD, preocupado com os reiterados impedimentos de manifestação do Movimento dos Cidadãos Conscientes e Inconformados (MCCI) pelo Ministério do Interior, reuniu a sua Comissão Política no passado dia 15 do corrente, da qual resultou a seguinte resolução :

1. A manifestação é um direito fundamental dos cidadãos a ser livremente exercida sem necessidade de qualquer autorização ou consentimento do Governo ou outras autoridades públicas.

2. A sua proibição por razões de Segurança deve ser demonstrada e fundamentada, facto que nunca aconteceu.

3. Por esta razão não restam dúvidas ao PDD de que se trata de uma medida abusiva, tirânica mesmo, do Ministério do Interior, típico de Estados ditatoriais e de pessoas que não sabem os fins do exercício do poder.

4. O nosso veemente repúdio pela atitude do Ministério do Interior e apoio incondicional ao MCCI, a quem continuamos a apelar a continuidade da luta cívica e dentro dos parâmetros legais, e, principalmente, que não se deixem intimidar por essas atitudes de cobardia e insegurança dos atuais detentores do poder.

5. Queremos deixar um apelo a Sua Excelência o Presidente da República, na qualidade do primeiro responsável por este governo, que assuma uma postura digna e manda acabar com as injustas e macabras proibições de manifestação.

6. Aos cidadãos em geral que mantenham serenos e vigilantes e não se deixem resignar perante a tentativa de institucionalização de qualquer forma da ditadura e atitudes antidemocráticas que possam pôr em causa a paz social.

Pelos Valores da Democracia, da Liberdade e do Estado de Direito.

Bissau,15 de Julho de 2017

A Comissão Política Nacional

Policiano Gomes

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público