sexta-feira, 29 de setembro de 2017

COM DIFICULDADES FINANCEIRA, FAMILIARES E AMIGOS LUTAM PARA TRANSLADO DO CORPO DO ESTUDANTE GUINEENSE FALECIDO NO BRASIL.

Os familiares e amigos do estudante guineense, Maurício Caby, falecido no dia 25 de Setembro do corrente, no Brasil, concretamente, no Estado de Rio de Janeiro, vítima de doença, deparando com dificuldades financeiras, estão se diligenciando para angariar recursos financeiros para as despesas do translado dos restos mortais do estudante. 
Já está em curso uma campanha para recolher os apoios financeiros no Brasil e fora. Nessa perspectiva, são estendidos os pedidos para as autoridades governamentais da Guiné-Bissau, em particular, nas figuras de Presidente da República, José Mário Vaz, Presidente da Assembleia Nacional, Cipriano Cassama, e Primeiro-ministro, Umaro SissokoEmbaló.

Segundo os amigos do malogrado no Rio de Janeiro, das ofertas dos serviços das agências funerárias, melhor orçamento disponível para preservação do corpo e translado, totaliza 22.000 reais, equivalente ao (6.627 dólar, 5.626 euros, 3.862.980 FCFA), com acréscimo a mais ou menos, dependendo da variação do câmbio no dia.

Mauricio Caby, natural de Nhacra, norte da Guiné-Bissau, era vulgarmente conhecido por Poeta, pela sua grande paixão por arte de poesia e literatura. Veio para Brasil com sonho de se formar e retornar para contribuir na construção e desenvolvimento do seu país que tanto amou. Após terminado a sua graduação em Letras e Literatura Brasileira, pela Faculdade de Letras da Fundação Educacional Unificada Campo Grandense (FAUC-RJ), recentemente, prosseguiu os seus estudos para pós-graduação em Psicopedagogia-clínica na mesma instituição de ensino.

Se agradece qualquer apoio e colaboração em fazer chegar este apelo a essas autoridades do Estado da Guiné-Bissau.
  
CONTATOS:
Wilsom Rodrigues – (0055) 21 98303987
Amara Nadua–  (0055) 27 997266615
Humberto Gomes –  (0055) 21 981449224
Nataniel Sanhá – (0055) 48 996978811

nataniel005@hotmail.com

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público