quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

PAIGC, encontro de líderes

O antigo líder do PAIGC, Carlos Gomes Júnior, foi hoje recebido em audiência pelo actual presidente do partido, Domingos Simões Pereira. À saída da audiência, Gomes Júnior, admitiu analisar a possibilidade de voltar a ser primeiro-ministro da Guiné-Bissau se fosse convidado pelo Presidente José Mário Vaz.

Foi um encontro fugaz, que durou pouco mais que 20 minutos. Carlos Gomes Júnior e Domingos Simões Pereira encontraram-se frente a frente e à saída o ex-primeiro-ministro e ex-presidente do PAIGC, disse aos jornalistas que falaram de tudo menos da sua participação no congresso do histórico partido guineense que deve ter lugar entre 30 deste mês e 4 de Fevereiro.

Nas hostes do PAIGC e nos círculos políticos e diplomáticos, a participação ou não de Gomes Júnior no congresso e se é ou não candidato à liderança, é o tema de todas as conversas desde que o ex-dirigente regressou de um exílio de cinco anos em Portugal na passada quinta-feira.

Mais uma vez, Carlos Gomes Júnior recusou-se a esclarecer em que pé está o seu relacionamento com Domingos Simões Pereira, preferindo falar da sua militância e a experiência que poderá aportar ao PAIGC e ao país se for convidado.

Carlos Gomes Junior disse que já se encontrou com o líder do PAIGC, com o presidente José Mario Vaz, com o primeiro-ministro demitido, Umaro Sissoko Embaló e tenciona encontrar-se com o líder do Parlamento, Cipriano Cassamá.
Com as chefias militares é que não vai ter nenhum encontro pelo menos pela sua iniciativa.
Rispito.com/RFI, 24-01-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público