sábado, 13 de outubro de 2018

Bula - Ladrões de gado bovino envolvidos em tiroteios com a polícia

Ladrões de gado bovino envolvidos em tiroteios com a polícia no norte da Guiné-BissauA polícia do comando de Bula, no norte da Guiné-Bissau, envolveu-se  num tiroteio com ladrões de gado bovino, na localidade de Augusto Barros, noticiou a rádio nacional guineense, emissora estatal, neta sexta feira 12 de Outubro.
Seis suspeitos ficaram "gravemente feridos" no tiroteio, tendo sido transferidos para Bissau para receberem tratamento médico, precisou o correspondente da rádio estatal guineense.

A polícia de Bula, localidade situada a 40 quilómetros a norte de Bissau, foi chamada pelos criadores do gado bovino de Augusto Barros, quando estes se aperceberam da presença de ladrões na aldeia e, ao chegar, foi recebida com tiros de armas automáticas, contaram os populares.

O Governo instituiu, em 2016, uma força de alerta rápida, instalada no comando de Bula, na sequência dos constantes apelos da população daquela zona, nomeadamente da aldeia de Augusto Barros, vítimas sistemáticas de roubo de gado.

A rádio nacional guineense informava, sobre o regresso à calma em Augusto Barros, embora ainda decorram operações da polícia, na tentativa de recuperar o gado roubado.
Rispito.com/Lusa, 13-10-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público